• Autorais
  • Miserável

    Os lábios feridos das mordidas, nunca fui muito paciente, já não se descolavam. As lágrimas já tinham caminho, agora seguiam o curso das primeiras, mas meu rosto permanecia quente, queimando-as. Eu queria que você me pedisse para não chorar, eu sei o que estamos deixando, e isso dói.