Reiventar é lidar com a falta de criatividade

É a terceira ou a quarta – talvez até a quinta – que eu ligo o notebook, e encaro uma tela vazia.

Coloco música, passeio por outros blogs e pelas redes sociais, mas nada me vem a cabeça. Os textos não surgem, os assuntos escapam, o post não se forma. Cadê minha criatividade? Eu realmente não sei onde ela está, ou onde eu estou com a cabeça por insistir em manter um blog. Por que eu não decido finalmente encerrar as atividades do blog? Tenho escrito há anos, e praticamente estado no mesmo lugar para dizer a verdade. Mas antes eu tinha tempo livre, agora preciso adaptar a agenda e achar uma brecha no meio do dia para escrever algo, ir à caça de imagens e postar. Meu Deus, eu nem consigo mais acompanhar outros blogs ou seguir os desafios e projetos que me interessam em grupos de blogueiros. Por que essa insistência? Por que pagar um domínio que não é acessado? Por que escrever textos que não são lidos? Sim, de repente eu comecei a escrever e uau, consegui um parágrafo contando aos outros sobre uma das minhas falhas, que texto incrível hein!? Bom, não vamos mentir, a verdade é essa e todo mundo sabe. Por que eu não desisto disso e deixo ir essa preocupação de sempre voltar aqui e falar sobre algo. E afinal de contas, por que a necessidade tão grande de expor a opinião ou dar vida aos personagens que surgem na cabeça?

Eu não sei. Já deveria ter desistido sim, talvez hoje seja um dos meus dias ruins e eu estou insistindo em ser forte e melhor do que eu posso hoje. Talvez seja meu mau humor influenciando meus pensamentos. E o quão contrário é isso, ontem eu estava animada e pretendia mesmo escrever a noite inteira. Gosto de dizer que estou me reinventado, mas talvez eu esteja apenas lidando com a falta de criatividade. Espero conseguir realmente reinventar, mudar algo e voltar com criatividade, porque mais do mesmo, sinceramente, já deu.

Deixe uma resposta