Heroínas

Desde comecei o blog ouvi várias vezes se eu conseguiria escrever um livro, no começo dizia que sim sem dúvidas, mas depois, com histórias fixas e não só textos percebi que continuidade é algo muito difícil. É o tipo de coisa para o qual você precisa de profissionalismo, memória, ideias mil, pesquisa e tanta coisa mais que eu ainda nem descobri. Hoje meu arquivo conta com 7 heroínas, 7 histórias e muitas vidas, nomes, descrições, sentimentos, encontros e desencontros para desenrolar.

E decidi falar delas hoje, talvez você prefira saber porque são heroínas.
Bom, só porque todo mundo chama a personagem principal de heroína. Elas não tem superpoderes, não exatamente, ok, a maioria eu acho, mas eu acho que toda mulher/garota/menina merece esse título. A verdade é que eu só me dou bem quando posso incorporar o personagem, então só consigo desenhar garotas, há tempos tento fazer um garoto descente, mas não sai! Então sempre que surge uma ideia, uma história apontando, ela está lá, no centro de tudo.
Minha primeira foi Dalila, e por um tempo a história dela era aberta em um blog que hoje está desativado “Memórias de Dalila” é a minha mais complexa e acho até que favorita, mas ainda há muito a se fazer por ela para trazer a tona. E depois, outras surgiram, pipocaram mesmo.
Alice e Helen, dividem uma história daquelas do tempos de colégio; Caroline é modelo e tem dificuldades em levar a vida além disso; Cecília é mais do que pensa, no momento é mais até do que eu penso; Lilith ainda tem tanto pra descobrir e aprender além dos portões do orfanato; Louise precisa de sorte e coragem pra enfrentar o que aparece em sua vida de sucesso como atriz.
Com certeza cada uma delas tem um pouco de você, e seus pares românticos serão capazes de te conquistar. Espero ter força de vontade, ideias e tempo suficiente para apresentar cada uma a vocês, suas histórias cotidianas, sinistras, românticas e tudo mais! Fica de olho, vai que de repente eu consigo! E você as conhece aqui, ou quem sabe um dia, em uma livraria ai perto da sua casa?

4 comentários

  1. Haha, ela jamais saberá, prometo (:

    Bobo!
    Te amo ♥
    Beijo, beijo!

  2. Ah, pra mim vc é minha heroína!!
    bjoo, TE AMO!!

    p.s.: só não deixa minha mãe saber ok rsrsrs ;D

  3. Em breve, quem sabe?
    Tenho muita vontade e juro que ainda trago ela de volta 🙂

  4. Eu acho que vce deveria muito voltar com o Memórias de Dalila!*.*

Deixe uma resposta