Melhorar

Significado de Melhorar: v.t.d. e v.pron. Aprimorar-se; tornar-se melhor, mais perfeito: melhorou a alimentação; melhorou-se no emprego.
v.t.d. e v.i. Recuperar-se; deixar de estar doente: os remédios melhoraram-no; sua doença melhorou com a medicação.
v.t.d. v.t.i. e v.i. Passar a possuir uma condição, um estado melhor; causar melhoria: melhorou a casa; melhorou de emprego; a casa melhorou.
v.i. Abrandar; ficar mais ameno, menos conturbado: deixaram a casa quando a tempestade melhorou.
(Etm. do latim: meliorare)

Sinceramente, eu sempre soube o significado da palavra. Ok, eu aprendi em alguma fase da minha infância que envolveu aprender a escrever meu nome e coisas do tipo. Qual a necessidade dele dizer que eu precisava melhorar se eu quisesse ser feliz? Sim, ele me disse com a mala na mão que se eu quisesse ser feliz eu precisava melhorar. E muito. Ouvi o complemento enquanto ele batia a porta do meu apartamento que dividi com ele pelos últimos dois anos. Faz um mês que ele se foi e eu ainda me lembro como se fosse hoje, e por mais que eu não tenha esperanças ou mesmo o desejo de reatar a relação que tivemos parece que ele ainda vai entrar de novo ali e falar mais um monte de coisas. 

Publicitária, Diretora de Arte, especialização nas áreas de Tipografia, mestrado em Literatura, especialização em Mídias Sociais, começando um doutorado. Vinte e sete anos, morena, cabelo cacheado na altura dos ombros, um metro e setenta de altura, setenta quilos. Trabalho com o que amo, cuido de mim e dos meus pais, aproveito fins de ano e férias do trabalho para fazer trabalhos voluntários, desde a faculdade faço peças publicitárias para ONGs. Mulher e independente. Mas, faz um mês que ele se foi e eu ainda não entendi – e não tive a chance de perguntar – onde é que eu preciso melhorar? Cada pessoa entende o mundo de um jeito: o que é ser bem sucedido para o meu pai é trabalhar em uma mesma empresa até a aposentadoria, sustentar a família e estar presente. Para a minha mãe é manter uma casa aconchegante e limpa, alimentar e cuidar da família, educar e criar bem os filhos. Nada de luxo. O básico é o essencial para eles e para mim e quem define se eu preciso melhorar além de mim? Não querido, não é você ou a sua mãe ou a minha mãe! Ou a vizinha, a colega da faculdade, o pessoal do trabalho. Se eu quiser vender canga na praia e me sentir satisfeita assim, se eu estiver feliz assim, meu Deus é um trabalho honesto e incrível: viver a beira da praia, ralar nos mais belos cenários e viver uma vida digna, o que tem de errado? E daí que eu não quero ter o carro do ano? E daí que eu quero gastar meu dinheiro comigo e com estudo? E se eu quiser doar todo o dinheiro ou não ganhar o que eu ganho, viver com menos? Quem é que pode dizer o que eu preciso melhorar para ser feliz? Só eu. E mais ninguém. Esse direito nunca será de outra pessoa. Eu preciso melhorar o que eu sei que falta em mim, para conquistar as coisas que eu quero, encontrar a paz que eu preciso na minha vida e ter diariamente a felicidade que eu quero viver, não exibir. E se eu não quiser me exibir qual o problema? Se eu quiser também? Veja quem quiser. Olha, em vinte e sete anos eu nunca fui desaforada com os outros, mas este mereceu. Este não me merecia. E não só ele, diversas pessoas. Eu preciso melhorar, mas eu sou feliz e graças a Deus e a tudo que eu fiz para chegar até aqui a minha melhor forma até hoje, eu nunca precisei humilhar alguém para sair, sentindo-me feliz.

Deixe uma resposta