Paz & Amor

E apesar do meu medo há em mim uma paz enorme que eu chamo de felicidade.
Caio Fernando Abreu

” E em meio a todo aquele branco, que não o deixava ver nada, que o cegava refletindo a claridade, ele avistou ao fundo, o causador de tanto ruido. Em vermelho, latejava, molhado, encharcado de sangue. Parecia bater desesperado, ritmado, confuso, determinado, ele sentia. Batendo forte, a mantinha viva, e perto dele, a mantinha apaixonada.”

Deixe uma resposta