Sem respiração

Ele me abraçou forte, eu ainda tonta, desnorteada, ele aproximou os lábios ao meu ouvido e disse, serenamente, algo que eu não pude esquecer, e senti meu rosto se aquecer e os lábios dele de volta aos meus.

Continue lendo

Indiscritível

Um sorriso, envergonhado, desbotado, sai, entre meus lábios, os olhos dele se perdem nos meus, ele entrelaça os dedos nos meus, meu corpo estremece, continuo ali, bamba, frágil, nos braços dele, nos braços, dele, dele…

Continue lendo